Obesidade o que é

A obesidade é um dos mais sérios problemas de saúde pública, cuja prevalência tem vindo a aumentar cada vez mais em todo o mundo. Por isso, a Organização Mundial de Saúde (OMS) considerou esta doença como crónica, causada essencialmente por maus hábitos alimentares e falta de atividade física.

Quem tem?

Estima-se que 39% da população mundial tem excesso de peso e na Europa, a prevalência da obesidade triplicou desde os anos 80 a um ritmo alarmante, sendo que 20% da população europeia é considerada obesa ou pré-obesa.

Em Portugal, 57% da população – 59% homens e 55% mulheres – são obesos ou pré-obesos e a taxa de obesidade infantil também continua muito elevada, nos 30%.

Apesar de ser do conhecimento geral que esta é prejudicial para a saúde, apenas uma em cada dez pessoas tem consciência do seu peso, com base nos dados do projeto Peso da Saúde. Mas esta questão é fácil de esclarecer, dado que para a diagnosticar corretamente basta saber o peso, a altura e o perímetro abdominal.

Classificação da obesidade

De acordo com a Direção Geral de Saúde (DGS), estamos perante um quadro de excesso de peso se o Índice de Massa Corporal (IMC) for superior a 25kg/m2 e perante quadro de obesidade se o valor do IMC for superior ou igual a 30 kg/m2:

  • Baixo Peso – IMC < 18,5 kg/m2
  • Peso Normal – IMC entre 18,5 e 24,9 kg/m2
  • Excesso de Peso – IMC ≥ 25,0 kg/m2
  • Pré-obesidade – IMC entre 25,0 e 29,9 kg/m2
  • Obesidade Classe I – IMC entre 30,0 e 34,9 kg/m2
  • Obesidade Classe II – IMC entre 35,0 e 39,9 kg/m2
  • Obesidade Classe III – IMC > 40,0 kg/m2

Do ponto de vista da distribuição de gordura, esta doença pode ser classificada em dois tipos:

  • Obesidade Ginóide:
    • “Forma em pera”, mais comum nas mulheres
    • Aumento de gordura da zona da cintura para baixo
    • Muitas vezes associada ao aparecimento de varizes e doenças articulares.
  • Obesidade Androide:
    • “Forma de maçã”, mais comum nos homens
    • Gordura localiza-se na zona superior do tronco e cintura
    • Associada a um maior risco cardiovascular
    • Relacionada com o aparecimento de doenças como diabetes, hipertensão e aterosclerose.

Os riscos 

Esta doença esconde problemas que não se vêm ao espelho e é um importante fator de risco para o desenvolvimento de algumas doenças como:

  • Hipertensão Arterial
  • Diabetes
  • Esteatose Hepática ou “fígado gordo”
  • Apneia do Sono

Se combater o excesso de peso faz parte das suas prioridades, saiba que a Dieta Biotrês está aqui para o ajudar. O nosso método visa a redução do peso e da massa gorda, bem como de outros parâmetros associados à obesidade, estilos de vida e manutenção do peso a longo prazo.